Programa de Mindfulness para Professores (MBCT-L) - Online

 

 

MBCT-L Professores Filipa Soares.001

 

A integração de abordagens baseadas em mindfulness na formação de professores é um campo recente e com crescente interesse na investigação e intervenção educativa. Resultados de revisões sistemáticas e meta-análises nesta área (Klingbeil & Renshaw, 2018; Lomas, Medina, Ivtzan, Rupprecht, & Eiroa-Orosa, 2017)* apontam para efeitos promissores ao nível da redução de sintomas psicológicos associados ao stress, ansiedade e depressão bem como ao desenvolvimento de competências socio-emocionais relevantes na promoção do bem-estar e eficácia profissional. O Programa de Mindfulness para a Vida (MBCT-L) é um Programa desenvolvido pelo Centro de Mindfulness da Universidade de Oxford e integra aspetos da terapia cognitiva e das práticas de mindfulness, de uma forma acessível para todos. Trata-se de um programa de 8 semanas que apoia os participantes a integrar as suas aprendizagens no seu dia-a-dia, explorando novas formas de se relacionar com as dificuldades e, ao mesmo tempo, cultivando qualidades como a compaixão e equanimidade. Este Programa apresenta resultados ao nível da redução de stress, ansiedade, pensamentos negativos automáticos e promoção do bem-estar emocional. (Kaviani et al, 2010; Cousin & Crane, 2016; Schroevers & Brandsma, 2010)*. Partindo do treino da atenção e desenvolvimento emocional, pretende-se promover a reconfiguração das práticas relacionais e pedagógicas no dia-a-dia escolar.

 

Objetivos a atingir

  1. Promover o desenvolvimento pessoal, emocional e relacional do professor/a;
  2. Promover competências de reflexão sobre a prática profissional;
  3. Criar uma comunidade de prática reflexiva.

 

O que vou aprender?

  • Mindfulness começa quando reconhecemos a tendência de estar em piloto automático. Estar em piloto automático impede-nos muitas vezes de viver a vida de forma mais rica e plena. O primeiro passo para sair do piloto automático é trazer atenção e consciência para os pequenos detalhes da nossa experiência no momento presente.
  • Ao explorarmos como funciona a atenção, vamos reconhecendo a tendência da mente para dispersar e se ocupar com pensamentos e histórias. Ao praticar trazer a atenção de forma intencional para a respiração ou para o corpo, oferece a possibilidade de manter o foco e receber a experiência deste momento a partir de um espaço de presença e curiosidade, oferecendo novas possibilidades de resposta.
  • Com a prática vamos reconhecendo como a mente facilmente fica enredada em padrões de pensamento, de emoções ou reações que nem sempre são benéficos. A prática de mindfulness ajuda-nos a identificar esses padrões automáticos e a recebê-los com compaixão e gentileza (em vez de crítica ou culpa). Desta forma, novas possibilidades de ação podem emergir.
  • Relacionar-se de forma diferente com a experiência do momento presente envolve um sentido de "permissão" para a experiência ser exatamente o que é, sem julgamento, ou sem tentar que seja diferente. Esta atitude de aceitação é uma componente central para cuidarmos de nós próprios e ver com mais clareza o que, se alguma coisa, precisa de mudar
  • À medida que cultivamos interesse, aceitação e curiosidade em relação à nossa experiência do momento presente, seja ela agradável ou desagradável, vamos desenvolvendo a arte de manter o centro e equilíbrio nos altos e baixos da vida, respondendo de forma eficiente às dificuldades do dia-a-dia. Daqui surge espaço para que se possa envolver naquilo que realmente valoriza, abrindo-se aos momentos de alegria, satisfação e gratidão. Esta é a base para a realização e florescimento de uma vida com propósito e equilíbrio.

 

O que acontece nas sessões?

As sessões são muito práticas e experienciais e seguem um padrão semelhante. Iniciamos com uma prática de meditação guiada e partilha e reflexão sobre a experiência. Num segundo momento abordamos a experiência com as práticas em casa e depois integramos um exercício ou alguma prática mais curta direcionada para o tema da sessão e refletimos sobre o que podemos aprender com essa experiência. Cada sessão tem um tema central que é abordado ao longo das diferentes partilhas e reflexões. No final da sessão são sugeridas práticas e observações para realizar durante a semana. Os temas a abordar são os seguintes:

  • Sessão 1: Acordar do Piloto Automático
  • Sessão 2: Uma Outra Forma de Ser: Manter o Corpo em Mente
  • Sessão 3: Recolher a Mente Dispersa
  • Sessão 4: Reconhecer a Reactividade
  • Sessão 5: Permitir e Deixar Ser
  • Sessão 6: Responder Conscientemente: pensamentos não são factos.
  • Sessão 7: Como posso cuidar melhor de mim mesmo?
  • Sessão Intensiva: Prática Intensiva de Minduflness
  • Sessão 8: Mindfulness para a Vida

 

Que desafios posso encontrar?

  • No início a prática de meditação pode parecer estranha e pouco familiar. Da melhor forma que conseguir, procure manter abertura e dar o benefício da dúvida.
  • No início os benefícios da prática podem não ser óbvios nem imediatos. Procure persistir e manter alguma disciplina e continuidade, com gentileza e flexibilidade. Cada pessoa responde de forma diferente.
  • A quantidade de tempo para a prática pode parecer assustador e impossível. Contudo, o que os estudos revelam é que a prática consistente aumenta as possibilidades de retirar mais benefícios com este Programa.
  • Algumas pessoas sentem-se apreensivas por estar num grupo. Contudo, aprender com os outros e encontrarmos a nossa humanidade em comum pode ser muito benéfico.
  • Talvez possa entrar em contacto com dificuldades emocionais que preferiria evitar. As dificuldades que surgirem podem dar-lhe informações importantes sobre as suas necessidades e durante o Programa irá desenvolver estratégias para lidar com elas.
  • Pode sentir vontade de desistir. É comum. Fale com a professora sobre o que está a tornar as coisas difíceis para si.

 

Que benefícios posso encontrar?

 

A evidência científica demonstra benefícios a vários níveis:

  • Diminuição de stress, ansiedade e depressão
  • Maior habilidade para lidar com a dor e doença
  • Menor tendência para preocupações excessivas ou obsessivas
  • Maior apreciação e reconhecimento do que é agradável na vida
  • Maior clareza sobre o que mais importante e sentido de propósito de vida
  • Maior sensação de bem-estar geral, mesmo em momentos difíceis.

 

Não é possível garantir estes benefícios para todas as pessoas que participam no Programa, mas da nossa experiência estes são as possibilidades mais comuns.

 

 

Datas e horário

Sessões semanais às Quartas-feira das 18.00hrs às 20.00/20.30hrs online, via zoom.

 

Sessão de Orientação – 19 de Outubro

Sessão 1 – 26 de Outubro

Sessão 2 – 2 de Novembro

Sessão 3 – 9 de Novembro

Sessão 4 – 16 de Novembro

Sessão 5 – 23 de Novembro

Sessão 6 - 30 de Novembro

Sessão 7 – 7 de Dezembro

Sessão intensiva - 10 Dezembro (Sábado) (das 10.00 às 15.00)

Sessão 8 – 14 de Dezembro

 

O Programa prevê material de suporte audio para práticas em casa. Deverá dispor de até 40 min diários para a realização das práticas em casa.

 

Local:

Em sua casa

 

Valor:

Gratuito.

 

Este Programa enquadra-se no projeto de investigação “Humanização da Formação de Professores” no âmbito do projeto de doutoramento de Filipa Soares (UI/BD/150983/2021), com orientação da Prof. Amélia Lopes (FPCEUP), Prof. Carla Serrão (inED/IPP) e Prof. Elisabete Ferreira (FPCEUP). Tem apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

 

Informações e inscrições: filipasoares@serintegral.pt

 

O que necessito:

É importante que disponha de ligação de internet estável, câmara e colunas de som no seu computador. Poderá utilizar auscultadores com microfone para evitar eco durante a chamada. Durante as sessões deverá estar num local sossegado e onde não seja interrompido.

 

Sobre a formadora:

 

Filipa Soares

- Psicóloga

- Professora de MBCT pelo Centro de Mindfulness de Oxford,

   Universidade de Oxford, Inglaterra

- Doutoranda FPCEUP/inED.

 

Percurso académico

• 2018 – até à data – Programa Doutoral em Ciências da Educação da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto

• 1998-2004 – Licenciatura em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto

 

Percurso Formativo

•           Formação Professora de MBCT (Mindfulness Baseado em Terapia Cognitiva) pelo Centro de Mindfulness da Universidade de Oxford

•           Formação Programa de Mindfulness para Professores e Comunidade Educativa (.bFoundations) pela Mindfulness in Schools Project (UK)

•           Formação Mindfulness para Crianças e Jovens pelo Mindfulness in Schools Project (UK), Mindful Schools (USA), Susan Keiser Greenland (USA) e Gina Biegel (USA) | 2014-2017

•           Formação pessoal em Mindfulness com Saki Santorelli e Florence Meyers: Mind & Body Medicine (Centro de Mindfulness da Universidade de Massachusetts, E.U.A); Tara Brach e Jack Kornefield, Power of Awareness (Sounds True, USA), Oren Sofen: Mindful Comunication (Mindful Schools, USA), Mikaela Ovèn Parentalidade Consciente, (Life Training, Portugal), Elisa Kozasa: CEB – Cultivating Emotional Balance (Ser Integral:Centro Português de Mindfulness, Portugal), Carla Martins: MBSR (Ser Integral:Centro Português de Mindfulness, Portugal).

 

Percurso profissional

• 2015- 2021 – Colaboradora do Ser Integral: Centro Português de Mindfulness responsável pelas intervenções baseadas em mindfulness com crianças, adolescentes e em contexto escolar (professores, alunos e pais).

• 2006- 2012 – Coordenadora de projetos nacionais e europeus e técnica de Redução de Riscos em contextos festivos na APDES: Agência Piaget para o Desenvolvimento

• 2004- 2006 – Técnica de Redução de Riscos com consumidores de drogas (escolas, contextos festivos e salas de consumo assistido) e trabalhadores de sexo na ABD – Associació Benestar y Desarollo (Barcelona)

• 2002- 2003 – Psicóloga e Técnica de Apoio à Vítima na APAV: Associação Portuguesa de Apoio à Vítima.

 

 

Cousin, G., and Crane, C. (2016). Changes in disengagement coping mediate changes in affect following mindfulness-based cognitive therapy in a non-clinical sample. Br. J. Psychol., 107, 434–447. doi: 10.1111/bjop.12153

Kaviani, H., Javaheri, F. & Hatami, N. (2011). Mindfulness-based Cognitive Therapy (MBCT) Reduces Depression and Anxiety Induced by Real Stressful Setting in Non-clinical Population. International Journal of Psychology and Psychological Therapy, 11(2), 285-296

Klingbeil, D. A., & Renshaw, T. L. (2018). Mindfulness-based interventions for teachers: A meta-analysis of the emerging evidence base. Sch Psychol Q, 33(4), 501-511. doi:10.1037/spq0000291

Lomas, T., Medina, J. C., Ivtzan, I., Rupprecht, S., & Eiroa-Orosa, F. J. (2017). The impact of mindfulness on the wellbeing and performance of educators: A systematic review of the empirical literature. Teaching and Teacher Education, 61, 132-141. doi:10.1016/j.tate.2016.10.008

Schroevers, M. & Brandsma, R. (2010). Is learning mindfulness associated with improved affect after mindfulness-based cognitive therapy? Br J Psychol. 101(1), 95-107. doi: 10.1348/000712609X424195

 

 

 

 

 

Copyright © Ser Integral 2014 - Todos os direitos reservados.

Produção e Concepção por: PTWS - Alojamento Web.